Neymar Jr.

Pai de Neymar revela conversa com o filho após conquista do ouro olímpico: ‘o gol ficou pequeno’

A conquista do inédito ‘Ouro Olímpico’ em 2016 foi uma das histórias mais bonitas do futebol brasileiro nos últimos anos. No entanto, os bastidores daquele título ainda são pouco conhecidos. No novo site sobre os 10 anos de carreira de Neymar Jr (www.neymarjr10.com), o pai do atleta Neymar da Silva Santos revela que o filho viu “o gol pequeno” e “o goleiro muito grande” segundos antes do pênalti decisivo. O treinador Rogério Micale também recorda o momento marcante. 

Clique e assista!

Em depoimento exclusivo, o pai do atacante conta detalhes da conversa que teve com o filho pouco tempo depois da sonhada medalha de ouro. Neymar da Silva Santos disse que questionou Neymar Jr sobre o motivo dele ter escolhido justamente o último pênalti para cobrar.

“A responsabilidade é minha do último pênalti, ele [Neymar Jr] me disse. Se foi responsabilidade minha até agora, pai, ela também é minha até o final. Falei que tinha orgulho dele ser assim”, recorda.

Embora seguro da missão que estava diante dos seus pés naquele 20 de agosto de 2016 no estádio do Maracanã contra a Alemanha, Neymar Jr falou para o pai sobre o que pensou no caminho até a grande área. Abaixo um trecho reproduzido da conversa.

“Eu vou falar uma verdade para você: quando é o último e sei que preciso fazer o gol para ganharmos eu olhei...Parecia que eu não via o gol de tão pequeno que estava, mas eu vi o goleiro muito grande. Eu fui caminhando em direção ao pênalti, quando eu abaixo a cabeça peço para Deus me ajudar, me dar tranquilidade e beijo a bola. Ele me diz que depois vira, olha para o gol e é como se o gol tivesse ficado muito grande e o goleiro muito pequeno. Ele olhou e falou ‘eu vou bater ali porque não tem como ele chegar’. Aí, o gol ficou muito grande”, conta.

Já Rogério Micale, treinador que estava à beira do campo naquele dia destaca que em momento nenhum temeu pelo pior. “Eu estava muito confiante porque ele treinou muito, ele treina muito. Quando a bola sobra para ele, sobrou no pé de quem tem condição de tirar. Quando você vê em uma pessoa a condição dela te dar a resposta que você quer, a tendência é você ficar mais tranquilo”, afirma.

“O Neymar Jr em um pênalti é um especialista, tem personalidade, técnica, treina para aquilo. Ou seja, estou na mão de um especialista, então a probabilidade de dar certo é muito maior”, complementa Micale.

Essas e outras histórias sobre os 10 anos de carreira de Neymar Jr, estão disponíveis no site especial www.neymarjr10.com com novos conteúdos toda semana.