Neymar Jr.

O valor de um autógrafo e o coro da torcida rival

Por Helena Passarelli

Uma imagem comum, mas que ainda impressiona. A cada vez que o Santos faz uma visita na casa de seu adversário, Neymar Jr. leva pequenos torcedores a abrirem aquele sorriso. Levitando pelo gramado e sendo carregado por pequenos braços, o carismático ex-moicano faz a alegria das crianças dos times adversários. Mas hoje a história, mesmo sendo em poucos segundos, leva a uma reflexão.

Neste sábado (03), o Santos que matematicamente não tem mais chances de se classificar para a Libertadores, encarou o Cruzeiro pela 34ª rodada do Brasileirão. Em pleno Estádio Independência, o Peixe goleou a raposa por 4 a 0 em noite inspirada de Neymar Jr. Porém, o camisa 11 chamou a atenção antes do apito inicial.

Caminhando em direção ao lado do campo que o Peixe ia sair jogando, um pequeno torcedor do Cruzeiro veio todo serelepe e com leve desespero em sua direção. Com os braços no ar e segurando uma caneta, entregou para Neymar Jr. que aparentou não entender o motivo. Quando viu dois funcionários do Cruzeiro em sua direção, o menino tratou de levantar sua camisa do Cruzeiro rapidamente e virou-se de costas.

Neymar Jr. na hora atendeu seu pedido e surpreso assinou a camisa que estava por baixo daquela azul. A camisa na ocasião não era a do segundo uniforme do Cruzeiro, mas sim a branca do Santos. Autógrafo garantido e uma bela história para contar aos seus futuros filhos, daqui a mais de 20 anos, o cruzeirense mirim marcou a vida de Neymar Jr.

"A sensação é maravilhosa, é da onde eu trago essa alegria de jogar. Jogo na rua, em casa desde pequeno e pego essa vontade da criança. Dei risada até, porque um menino antes do jogo com a camisa do Cruzeiro e a do Santos por baixo me pediu um autógrafo. Fico muito emocionado", disse Neymar Jr. com um sorriso contagiante no rosto ao sair do gramado, após a vitória.

Bola rolando a história continuou a ser traçada. Como de costume o torcedor espera algo mais de Neymar Jr., só que hoje os gols foram parecidos e por incrível que pareça não foram aqueles golaços de placa, mas foram sim dignos de um craque que sabe o lugar certo e a hora certa de se posicionar de frente para o gol. Três tentos e uma assistência foram suficientes para o torcedor rival - volto a dizer, de um time rival, mas que sabe apreciar o esporte chamado futebol - aplaudir e cantar o nome de Neymar Jr. por mais de uma vez.

"Estou muito emocionado, dá vontade de chorar pelo que a torcida fez. Vou levar pelo resto da minha vida e hoje eu vejo o Cruzeiro como a minha segunda casa. É um dia marcante na minha vida, histórico. Estou muito emocionado", disse Neymar Jr.

Mesmo goleando o Cruzeiro, a partida contra o Santos foi digna de um bom futebol. Em nenhum momento o jogo foi fechado, truncado e agressivo. Agradecido por ter tido a oportunidade de entrar em campo em um clássico como este do futebol brasileiro, Neymar Jr. deixou Belo Horizonte após aprender mais uma lição.

"Independente da rivalidade dos times isso é gostoso no futebol. A partida que o Cruzeiro fez demonstra o respeito que eles têm pelos outros jogadores. Um dos dias mais felizes da minha vida, é uma satisfasçao jogar aqui".

Notícias

<
>