Neymar Jr.

Histórico de faltas sofridas nunca tiraram Neymar Jr. de um jogo

Helena Passarelli

“O Neymar é uma pessoa difícil de comparar com outro atleta, além da responsabilidade profissional que ele tem.”. É com esta frase de Avelino Buongermino, fisioterapeuta do Santos, que iniciamos esta 4ª matéria da série sobre o desempenho de Neymar Júnior. Algumas respostas sobre a genética não são encontradas nos livros. A recuperação física, do organismo de Neymar Jr. é privilegiada, segundo os profissionais do clube, mas alguns pontos são importantes para que ele seja um atleta completo.

“A nossa área de atuação é a ortopedia, traumatologia e lesão esportiva. Na recuperação fisiológica, de regeneração, ele tem uma facilidade muito grande. É dele, é genético e o biotipo ajuda muito também”, afirma.

Além de Avelino, o CEPRAF conta também com os fisioterapeutas Rafael Martini e Thiago Lobo. E é unânime a opinião destes profissionais sobre a capacidade de recuperação de NJr.

“O Neymar é um atleta que se preocupa muito com essa parte da recuperação, quando tem algum trauma, alguma situação que ele sente que esteja incapacitando ele fisicamente, ele já vem no CEPRAF para fazer essa fisioterapia nos traumas e lesões”, avalia Buongermino.

Para Thiago Lobo, um fator diferenciado do atacante entre os demais jogadores é que ele não se abate com a lesão que sofre. Claro que nenhum jogador gosta de se machucar, mas o fato de Neymar Jr. querer melhorar logo para voltar a fazer gols; contribui no processo de recuperação.

“Biologicamente ele é diferenciado, porque tem uma recuperação acelerada e alguns fatores contribuem para isso: herança genética, raça, nível de treinamento também. E tem o outro fator que eu acho que é um dos principais, é o fator emocional e psicológico dele. Ele é um cara que não se abate com a lesão”, explica Thiago Lobo.

O fisioterapeuta Rafael Martini foi quem deu início ao último tratamento pelo qual Neymar Jr. foi submetido. O atleta só saiu do CEPRAF para dormir e depois retornava ao clube. Depois de sofrer um desconforto na coxa esquerda, NJr voltou aos gramados recuperado e rapidamente.

 “Ele consegue se recuperar num período de tempo relativamente menor do que se é esperado. Com menos de três dias de tratamento intensivo, em 3 períodos por dia, após sofrer uma lesão grau 1 de um músculo adutor, com uma quantidade significativa de edema após o estiramento muscular, ele foi capaz de jogar uma partida extremamente importante e intensa, sem relatar qualquer desconforto antes, durante e após a partida” disse Martini sobre a partida que o atacante fez diante do Palmeiras, nas quartas de final do Paulistão.

Neymar Jr. não se esconde no jogo. Ele já cobrou 56 faltas, 71 escanteios e 13 cobranças de laterais. O último fator, por si só, comprova a vontade dele em ajudar o grupo a buscar a vitória. Ninguém é de ferro na vida real, mas alguns atalhos foram achados pelo jogador para que ele drible as lesões, que poderiam ser decorrentes pela quantidade de faltas que recebe.

“O Neymar não é um atleta fraco! De fato, ele é bastante forte e resistente! A combinação de força, resistência e até mesmo sua leveza, proporciona ao mesmo algumas capacidades importantes para o seu desempenho no futebol; capacidades estas, como agilidade e velocidade, que somado ao bom equilíbrio, coordenação e algumas outras características intrínsecas do mesmo, além de sua esperteza, são determinantes para que ele não sofra lesão, ou, ao menos, sofra o mínimo de lesões possíveis”, conta Martini.

 

Prova de que Neymar Jr. não é de outro mundo, Thiago Lobo conta como é a relação de Neymar Jr. com os conselhos dos fisioterapeutas santistas, para que ele não se machuque nos jogos. Independente dos compromissos fora de campo, o atleta Neymar da Silva Santos Júnior vem em primeiro lugar.

“Ele busca sempre a melhor maneira no menor prazo possível, então as vezes falam que o Neymar nunca machuca. É sim, realmente o Neymar nunca machuca, mas quando ele sente alguma coisa ele fica aqui com a gente o tempo que for preciso para no próximo treinamento ele estar dentro”.

É após algumas horas das partidas, que o organismo de NJr começa a trabalhar para ‘curar’ os traumas que sofreu depois das faltas recebidas. Mas para um jogador que tem as características ofensivas deles, Avelino explica que no intervalo do jogo os fisioterapeutas as vezes trabalham.

“Muitas vezes no intervalo ou no final dos jogos, o Neymar faz imersões de banheira de gelo, exatamente para evitar essas micro lesões musculares que ele tem frequentemente. E isso também ajuda o metabolismo dele a regenerar mais rápido”.

Pela quantidade de jogos seguidos e viagens para atuar pelo Santos e pela Seleção Brasileira, Neymar Jr. cuida de sua saúde. Seu biótipo e todas as outras características já mencionadas também ajudam, mas Thiago Lobo fala da responsabilidade em que o craque tem para estar disponível em campo no dia seguinte. “Dificilmente ele fica fora de jogo e atividade, seja ela indoor ou no campo mesmo”.

Com tanta tecnologia e precauções que os esportistas têm à sua disposição, Neymar Jr. também se aproveita delas. Treinamento adequado, repouso e alimentação, comprometimento, atenção nas atividades, usar uma chuteira boa para o tipo de pisada dele, vestimenta adequada quando está muito frio e hidratação.

Neymar Jr. se tornou um atleta de alto nível e diferenciado pela junção de características que um jogador de futebol pode ter. Isso não sou eu que estou dizendo ou estes profissionais capacitados e experientes no meio do futebol. Mas os números mostram que o desempenho dele é o resultado do talento e da dedicação em campo.

Que alguns passes errados sejam dados para que ele acerte vários outros. Que ele caia a cada falta, mas que levante e drible o zagueiro. Que ele continue jogando para o time e ajude nos títulos. Que esse garoto faça cada torcedor brasileiro gritar gol. Que a genética dele é privilegiada, depois destas entrevistas, não tem o que discutir. Mas que no dia a dia, muitas pessoas que trabalham com ele, no Santos e na Seleção, sabem que a dedicação em campo ultrapassa qualquer estatística individual aqui citada.

Notícias

<
>