Neymar Jr.

FC Barcelona vence Ajax e garante classificação antecipada na Champions League

Uma noite histórica para o futebol mundial aconteceu hoje (05) em Amsterdã. Messi igualou o maior artilheiro da Champions League, Raúl, com 71 gols e de quebra foi o responsável pela vitória do FC Barcelona em 2 a 0 contra o Ajax. Dono dos dois tentos, o camisa 10 junto do time catalão garantiram a classificação antecipada do Barça nas oitavas de final do campeonato.

Com este resultado e a vitória do PSG em cima do Apoel, as duas equipes já estão classificadas, mas agora entram em campo para disputar o 1º e 2º lugar do Grupo F. O próximo jogo do Barcelona pela Champions será contra o Apoel no dia 25 de novembro, no GSP Stadium. No momento, Barça sooma 9 pontos na segunda colocação da tabela e o PSG lidera com 10. Por outro lado, o time de Luis Enrique tem mais um jogo nesta semana, agora válido pela Liga Espanhola contra o Almeria, no sábado (8).

 

O jogo                                                                                                                                  

Barcelona e Ajax fizeram um primeiro tempo disputado na Arena Amsterdã. Os donos da casa atenderam ao recado do treinador Frank de Boer e enfrentaram o time de Messi, Neymar Jr. e cia sem medo. Porém, o que se viu em campo foi a eficiência do ataque catalão que saiu na frente nesta etapa do jogo.

Com apenas 03 minutos o Barça gritou gol por alguns segundos. Em jogada envolvente com troca rápida de passes entre Messi e Alba o terceiro toque parou nos pés de Neymar. Em posição de impedimento o camisa 11 recebeu a bola e mandou para o fundo do gol que foi invalidado pelo árbitro.

O Ajax não temeu o ataque finalizador do Barcelona. Mesmo com apenas duas finalizações na partida, os holandeses foram valentes e deram trabalho no jogo. Andersen arriscou em chute de fora da área fazendo o goleiro do Barcelona acompanhar a jogada para ter certeza que a bola sairia pela linha de fundo.

Já do outro lado do campo, Neymar Jr. e Messi davam as caras pela área do Ajax. Mas quem realmente teve trabalho não foi o arqueiro, mas o bandeirinha. Novamente em impedimento, Neymar Jr. recebeu belo passe de Messi no meio da zaga, mas o atacante nem deu continuidade na jogada depois do apito do árbitro.

Agora com 25 minutos jogados, Stegen evitou o gol adversário com bela defesa. Klaassen recebeu na esquerda e de primeira soltou a bomba em chute cruzado. O goleiro do Barcelona saltou de lado e espalmou a pelota.

Sendo esta a segunda e última tentativa do Ajax no segundo tempo, o Barcelona foi mais eficiente e Messi que até então não tinha tido muitas chances abriu o placar. Neymar Jr. sofreu falta na entrada da área depois de disparar pelo meio de campo. Na cobrança, o camisa 10 fez o goleiro protagonizar bela defesa. Só que no bate e rebate, a bola veio parar na direita para Bartra cruzar e Messi mesmo que com sua baixa estatura subiu e fez de cabeça Barcelona 1 a 0 neste primeiro tempo.

Na volta ao gramado Neymar Jr. tirou o fôego do torcedor do Ajax. Em boa tabela com Suárez pela esquerda, o camisa 11 incaviu a área e no meio de dois defensores carimbou a trave com seu chute de perna esquerda. Diferente do que se viu no início do jogo, o Ajax se mostrou mais cauteloso.

E ao contrário da cautela do Ajax, o Barcelona arriscou. Em uma bela visão de jogo de Messi, o argentino dixou Suárez cara a cara com Cillessen. E na disputa atacante e goleiro, o arqueiro levou a melhor defendendo com o pé o chute de esquerda do uruguaio. No rebote Messi chutou forte de esquerda, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Mesmo se defendendo mais do que atacando, o Ajax deu um grande susto no Barcelona aos 22 minutos. Cruzamento de Serero para a área, Milik livre de marcação se arrumou para o cabeceio e no popular peixinho se jogou de peito no gramado e de cabeça acertou a trave. E se não bastasse o gol perdido, o Ajax perdeu o zagueiro Veltman que foi expulso após levar o segundo cartão amarelo por falta em Messi.

Com 29 minutos do segundo tempo, Neymar Jr. foi substituido por Pedro. O atacante em seus primeiros toques na bola tabelou com Messi e na assistência o camisa 10 entrou para a história do futebol. Marcando o segundo gol do Barça e o seu no jogo, Messi chegou a 71 gols na Champions League e igualou Raúl na artilharia da competição mais cobiçada do futebol.

 

 

Notícias

<
>