Neymar Jr.

Brasil tem última noite de sonho até a realidade da final dos Jogos Olímpicos contra o México

Por Helena Passarelli Vai ser difícil segurar a ansiedade até amanhã, dia 11 de agosto de 2012. Dentro de horas, um dos estádios mais emblemáticos do mundo, o Wembley, servirá de palco para a tão aguardada final do futebol masculino dos Jogos Olímpicos, entre Brasil e México. Para alguns, este momento já foi vivido, mas para quem for vestir a camisa da Seleção Brasileira em campo amanhã pode representar um marco na história do país. Em 90 minutos os brasileiros podem garantir a medalha de ouro inédita para o Brasil. Ainda sem vestir as chuteiras e o uniforme, oficialmente, o elenco comandado por Mano Menezes fez o reconhecimento do gramado na tarde de hoje (10). Por cerca de 30 minutos, os jogadores tiraram fotos, conversaram e caminharam pelo campo. O México chegou à final olímpica após vencer os japoneses por 3 a 1 na semifinal. A campanha da equipe mexicana, que liderou o Grupo B na primeira fase dos jogos, contou com duas vitórias, um empate e nenhuma derrota. Já na segunda etapa da competição, até esta final, teve vitórias em cima do Senegal e do Japão. A equipe finalista acredita no talento de seu jovem atacante, Oribe Peralta, para furar a zaga brasileira. Por outro lado, o México não contará com o brasileiro Giovani dos Santos, que ficará de fora desta decisão por conta de uma lesão. O México se destacou nas Olimpíadas pelo crescimento e amadurecimento no decorrer das partidas. Depois de 17 gols marcados, a consistência no meio de campo e a velocidade de seu ataque devem receber atenção redobrada dos brasileiros.

Notícias

<
>