Neymar Jr.

Brasil busca vitória contra Honduras para seguir nos Jogos Olímpicos de Londres

Por Helena Passarelli A Seleção Brasileira terá sua primeira prova de fogo nos Jogos Olímpicos de Londres, neste sábado (04), às 13 horas (de Brasília), diante de Honduras, no St. James Park, em Newcastle. Em partida válida pelas quartas de final dos jogos, os brasileiros precisam de uma vitória para garantir uma vaga nas semifinais e continuar na busca pelo ouro inédito. Nas últimas edições das Olimpíadas, de 1984 até 2008, em que o futebol brasileiro esteve presente, a seleção mostrou bons resultados nas quartas de final. A única edição em que ficou fora das semifinais foi nos Jogos de Sidney em 2000, na derrota para Camarões por 2 a 1. Em 84 e 88, o Brasil chegou às finais, mas bateu na trave e ficou com a medalha de prata. O desafio do time de Mano Menezes agora é enfrentar Honduras, que chega como o grande algoz e um dos responsáveis pela eliminação da Seleção Espanhola, após vitória de 1 x 0. Por outro lado, o Brasil sustenta uma boa campanha. Invictos e com aproveitamento do setor ofensivo de três gols por partida; já a defesa também guarda bons números ao sofrer três gols apenas. Sabendo do favoritismo do Brasil, imposto pelos números e pelos críticos, o técnico de Honduras, o colombiano Lúis Fernando Suarez, ressaltou as qualidades de sua equipe, também invicta nos jogos, que entra em campo para conquistar a primeira medalha olímpica para o país. “Esse grupo de jogadores tem uma condição emocional que eu gosto muito. Trabalhamos por seis, sete meses. Tivemos uma eliminatória prévia e depois jogamos o pré-olímpico. Nessas duas fases prévias o time mostrou uma força mental grande. Foram partidas complicadas e é exatamente essa mesma força mental que estão mostrando aqui”, contou. Dispostos a entrar em campo e buscar o melhor resultado para seu país, os hondurenhos sabem que terão pela frente representantes de uma seleção pentacampeã mundial e com vontade de conquistar sua primeira medalha de ouro em Jogos Olímpicos. Por isso que Suarez afirmou que todo cuidado com Neymar Jr. e companhia é pouco. “Neymar é uma realidade. É um jovem com muito talento. Mas se me preocupar apenas com Neymar, outras figuras do Brasil vão aparecer. Vamos tentar jogar coletivamente e que consigamos que todos os jogadores do Brasil não sejam tão bons neste sábado”, finalizou o treinador.

Notícias

<
>