Neymar Jr.

Arquivo Confidencial

Por Alex Bernardo

Fiquei sabendo da participação do NJr no quadro “Arquivo Confidencial” durante a semana que antecedeu a participação da ‘joia’ no Domingão do Faustão. E de cara apareceu uma dúvida. Será que um “moleque”, com apenas 20 anos, já tem história suficiente pra sustentar um quadro como este ??

Tem, e com sobras, como pudemos ver !!

Antes de continuar o texto, queria fazer uma observação. Sempre achei que fosse tudo previamente combinado entre o homenageado e a produção do “Arquivo Confidencial”. Pensava eu que até os assuntos fossem previamente discutidos pra causar emoção.

Pois então, enganei-me...

Todos os depoimentos foram realizados em dois dias, sem o conhecimento do NJr. Ele de fato acreditava que seria uma participação normal, sem maiores consequências... Soube do “Arquivo Confidencial” no palco.

E, não tinha como ser diferente. Foi emocionante !!

Amigos pessoais – os mesmos da infância, amigos da família, atores da TV Globo, ex-atletas do Santos FC, ídolos, familiares entre outros homenagearam a joia com belas palavras. Todos ajudaram a desnudar Neymar.

De todas as participações, a que mais me emocionou foi o da sua irmã, Rafaela. Ela que até Domingo nunca havia concedido uma única entrevista, fez sua ‘estreia’ em rede nacional e, emocionada, desabafou. Disse o quanto é duro ouvir as pessoas julgando-o sem conhecê-lo. Sobre o sentimento de impotência diante de determinadas situações. E a vontade dela de gritar ao mundo que o seu irmão continua sendo o mesmo “Juninho” de sempre com a família, com os amigos, com o filho...

NJr chorou...

Em vez de emocionar – sua especialidade – emocionou-se.

E a partir deste programa, outra palavra deve ser acrescentada ao lema “Ousadia e Alegria”...

Emoção !!