Neymar Jr.

Neymar Jr e seus desafios - Capitão da Seleção Brasileira

Neymar Jr, aos 22 anos, foi conduzido à condição de capitão da Seleção Brasileira pelo técnico Dunga, que justificou assim sua escolha: “O critério é ele ser uma referência. É um jogador que tem qualidade. Apesar da idade, ele tem boa postura. O capitão é uma referência para os colegas em geral. O Neymar reagiu bem à escolha. Ele gosta de desafios, gosta de ganhar. Conversamos com ele e falamos que essa escolha viria com um kit, principalmente o da responsabilidade. É um momento importante para a carreira dele e para a seleção”.

Quando Dunga declara que Neymar Jr “gosta de desafios” ele deixa explícita a sua principal característica como atleta depois, claro, da sua qualidade técnica. Ele não só gosta como superou muitos para merecer a confiança do “capitão do tetra”.

Desde muito jovem teve de justificar a fama de precoce. Aos 12 anos já era "famoso" na Baixada Santista pelos inúmeros gols que marcou nos clubes que defendeu na época do futsal.

Aos 13 anos foi convidado por um clube europeu para jogar nas suas categorias de base. Passou lá pouco mais de 20 dias e mesmo encantando a todos decidiu voltar para o Brasil, para o Santos FC. Essa decisão só aumentaria a pressão e a cobrança sobre ele. Desde esse momento teve que justificar o investimento que a diretoria, então sob o comando de Marcelo Teixeira, fez nele. Era o “novo Robinho”, responsável por continuar o belo histórico de revelações do clube santista.

E não decepcionou !! Fez tanto sucesso na base que teve seu nome gritado nas arquibancadas de um Pacaembu lotado antes mesmo de fazer sua estreia pelo time profissional em 2009, aos 17 anos.

Após a sua estreia teve que superar a desconfiança, e também a cobrança, de todos. Mas se firmou no clube que o revelou. Apesar de toda a desconfiança, pressão e cobrança foi protagonista na conquista mais importante do Santos FC dos últimos 50 anos. A Libertadores da América/11. É também o maior artilheiro do clube após a era-Pelé.

Ainda em 2011 foi protagonista e artilheiro na campanha da Seleção Brasileira Sub20, quando alguns achavam sua convocação desnecessária, já que era jogador da seleção principal.

Também aceitou o desafio de permanecer no Brasil mesmo com propostas milionárias de clubes europeus. Nadou contra a corrente que pregava quase que unanimemente que ele deveria partir para o velho continente para “evoluir tecnicamente”. Sabia que não era a hora.

Na Copa do Mundo de 2014 pediu para vestir a camisa 10. Era muito mais fácil permanecer com a 11 e deixar a responsabilidade de usar “a camisa do Pelé” para outro, mas quis esse desafio e venceu. Conquistou a camisa 10 da seleção.

Na sua carreira nunca teve descanso. Parece sempre ter que provar algo. Na base, todos queriam vê-lo no time de cima. Quando subiu, deveria ser campeão. Quando ganhou o primeiro paulista, diminuíram a importância da conquista dizendo que era um título menor. Quando ganhou a Libertadores diziam que ainda faltava vencer na Seleção. Quando recebeu o prêmio de “hors-concours” da revista Placar diziam que na Europa não teria a mesma facilidade. Quando venceu e foi considerado o melhor da Copa das Confederações/13 pela Seleção, tinha que ser protagonista de uma Copa do Mundo. Sempre querem algo mais dele...

E Neymar Jr parece se alimentar desses desafios. E a cada passo ganha mais força, mais confiança.

Agora surge mais esse desafio em sua vida, ser capitão da Seleção Brasileira. Uns dizem que é muita responsabilidade para um jovem de 22 anos já cheio de responsabilidades. Ele, que dizia que sonhava na Copa do Mundo, acordou daquele sonho com a braçadeira de capitão. Homem feito e afeito a desafios e responsabilidades não titubeou. Entrará em campo nesta sexta-feira contra a Colômbia com a camisa 10, com a braçadeira de capitão e sabedor de toda a responsabilidade que isso representa para um país que ama o futebol.

E por tudo que esse jovem de 22 anos já passou, dentro e fora do campo, tenho certeza que o Dunga, o Neymar Jr e seus companheiros vão continuar lutando por novos desafios.

Parabéns Neymar Jr !! Parabéns Seleção Brasileira !!

@alexbernardo_

...