Neymar Jr.

Carreira

O futebol entrou na vida de Neymar Jr antes mesmo dele nascer. Seu pai trilhou uma carreira no futebol profissional e amador brasileiro e passou por inúmeras fases do esporte que no futuro serviu de lição para que Neymar pai pudesse orientar o filho da melhor maneira no futebol.

Com apenas dois anos de idade o garoto literalmente começou um caso de amor com o esporte. Sua mãe, Nadine, deu de presente a primeira bola de Neymar Jr. Desde então o craque passou a ser colecionador de bolas. Foi a partir daí, que o futebol recebeu aquele garoto de Mogi das Cruzes de braços abertos.

Aos 3 anos de idade, Neymar já demonstrava coordenação e intimidade com a bola enquanto brincava. Mas foi com 6 anos que ele chamou a atenção. Correndo e brincando nas arquibancadas, enquanto seu pai jogava, o garoto despertou o interesse de um dos descobridores de talento mais famosos do Brasil. Betinho, que já havia lançado Robinho, viu a agilidade e a rapidez que aquele garoto franzino subia e descia os degraus e não teve dúvida que ali tinha o futuro camisa 10 da seleção brasileira.

Neymar Jr e Betinho então começavam a percorrer as quadras de futsal da Baixada Santista. Tumiaru, Gremetal e Portuários fizeram parte do desenvolvimento do futebol de NJr. Conhecido pelos dribles curtos e pela agilidade com as pernas, o esporte da bola pesada também despertou o interesse de gigantes do futebol.

Dois ex-jogadores do Santos FC, Lima e Zito, ficaram sabendo que um garoto despontava como uma grande promessa no futsal e a curiosidade não foi deixada de lado. Lima então foi ver Neymar Jr em ação e não teve dúvida que ali em sua frente tinha o famoso ‘diferente da bola’. Com 12 anos na época, foi então que uma conversa entre Lima e Zito foi essencial para levar o garoto ao Santos FC. Sem uma categoria na base para receber Neymar Jr, o clube criou o sub-13 e Neymar Jr então passou a jogar pelo time alvinegro.

Os anos se passaram e as subidas de categoria também. Neste meio tempo, Neymar Jr passou a ser agenciado por Wagner Ribeiro, que na época representava Robinho. Foi também em 2005, que o empresário levou NJr e seu pai para a Europa para uma experiência muito importante e decisiva para o futuro do atleta. Em algumas semanas vividas em solo estrangeiro, fazendo testes, Neymar Jr sentiu falta da família, dos amigos e principalmente do Brasil ao ponto de voltar para casa e então firmar seu primeiro contrato com o Santos.

Realidade no meio esportivo e futebolístico, Neymar Jr continuava a dar seus dribles desconcertantes nas quadras. Foi na Copa TV Tribuna de Futsal Escolar, promovida pela filiada da Rede Globo, a TV Tribuna, que o garoto de sorriso no rosto e alegria nos pés fez seu nome na região. Disputando a competição pelo Colégio Liceu São Paulo, Neymar Jr jogou nas edições de 2004 e levantou a taça da copa em 2005. Uma das imagens mais emblemáticas da infância do craque foi da faixa usada na cabeça com o dizer: “100% Jesus”.

Jogando sempre entre garotos mais velhos do que sua categoria, Neymar Jr foi se destacando. Pela base, o atacante disputou duas Copas São Paulo de JunioresDepois de sua segunda copinha, Neymar foi promovido ao time profissional do Santos em 2009. O atacante estreou pelo Peixe como profissional com apenas 17 anos, no dia 07 de março, diante do Oeste, no Estádio Pacaembu, em partida válida pelo Campeonato Paulista.

Mas foi poucos dias depois, contra o Mogi Mirim, no dia 15 de março, que Neymar Jr balançou as redes como atleta profissional pela primeira vez. Em cruzamento que veio da esquerda, dos pés de Roni, que o então camisa 7 mergulhou de peixinho e fez seu primeiro tento no clube de cabeça. Foi neste mesmo ano que ele disputou sua primeira final de campeonato, mas não se sagrou campeão com a vitória do Corinthians em cima do Santos.

Porém um ano separava o jogador de seu primeiro título. Novamente pelo Paulistão, agora em 2010, é que o primeiro título de NJr como profissional havia chegado. A nova geração de Meninos da Vila, liderada por Robinho, Neymar Jr, PH Gansoe André, encantou o país, com o futebol arte que há muito não se via pelos gramados brasileiros. Nesta mesma temporada mais um título, inédito, foi conquistado. A Copa do Brasil marcou este grupo na história do clube, também, pela campanha de placares elásticos e pela vaga na disputa da Libertadores da América. Foi na Copa do Brasil que Neymar Jr sagrou-se artilheiro de uma competição, com 11 gols, pela primeira vez como profissional.

Foi em 2010 que o sonho de muitos meninos brasileiros se tornou verdade na vida de Neymar Jr. Em sua primeira convocação para a Seleção Brasileira principal, no amistoso contra os Estados Unidos, que NJr teve a felicidade de estrear de pé direito, ou melhor, de cabeça ao marcar seu 1º gol depois da jogada de André Santos pela esquerda.

Na mesma levada do ano anterior, 2011 ficou marcado para sempre na carreira de Neymar Jr. Bicampeão Paulista, dono do gol do título contra o Corinthians, foi então que um feito inédito e renovador para o clube aconteceu. Depois de 48 anos sem erguer a taça da Libertadores, o Peixe foi tricampeão da competição em uma campanha de fazer qualquer um não se desgrudar da televisão. NJR foi considerado o melhor jogador da competição e vice-artilheiro, com 6 gols, além de ter contribuído para a classificação ao Mundial de Clubes, diante do Barcelona, no Japão. O resultado não foi o que se esperava diante do time sensação que tanto encantava o mundo. Liderados por Messi, o Barcelona venceu o Peixe por 4 a 0.

Em 2011 também, Neymar Jr foi campeão Sul-Americano Sub-20 com a Seleção Brasileira de base, além de ser eleito artilheiro da competição com 9 gols, e do Super clássico das Américas com a Seleção Brasileira principal.

Maior artilheiro do Santos, após a Era Pelé, com 138 gols em 230 jogos, Neymar Jr cravou de vez o seu nome na história do time da Vila Belmiro. Neymar Jr foi tricampeão paulista em 2012, tendo atingido a marca de 100 gols na carreira diante do Palmeiras, no dia 5 de fevereiro, mesma data de seu aniversário. Presente em dose dupla para o atleta! Neymar Jr novamente obteve um feito individual na sua carreira sendo artilheiro do paulistão com 20 gols.

Tricampeão da Libertadores da América, o Santos chegou até a semifinal do torneio sul-americano. Neymar Jr. marcou oito gols e ao lado de Matias Alustiza, do Deportivo Quito, foi o goleador máximo da Taça Libertadores em 2012. Junto com Robinho, o camisa 11 do Santos é o segundo jogador do clube que mais fez gols somando as edições deste campeonato, com 14 tentos. O Rei Pelé é o primeiro com 17 gols. Foi neste ano, também, que ele foi vice-campeão dos Jogos Olímpicos, disputados em Londres.

Com a faixa de capitão no braço, Neymar Jr. levantou a taça da Recopa Sul-Americana, após o Santos FC vencer a Universidad de Chile por 2 a 0 no Pacaembu. Campeão da Libertadores em 2011, o time da Vila Belmiro conquistou o segundo troféu no ano de seu centenário superando o campeão da Copa Sul-Americana. As equipes empataram em 0 a 0 em Santiago, no Chile, e Neymar Jr. e Bruno Rodrigo garantiram os gols santistas em território brasileiro. Este foi o nono título internacional do Santos FC e o sexto de Neymar Jr. pelo clube.

Na sua quarta disputa de Campeonato Brasileiro, NJr. ajudou o Santos a terminar a competição na oitava posição. O atacante alcançou uma grande marca pessoal se tornando o segundo maior artilheiro do Peixe em nacionais, atrás apenas de Pelé. O jogador terminou a temporada com 43 gols pelo Santos FC.

Com 21 anos Neymar Jr. é o único jogador da história do Santos FC presente em cinco finais seguidas de Campeonato Paulista no formato mata-mata. O Peixe foi vice-campeão Paulista em 2013 após perder para o Corinthians o jogo de ida e empatar o de volta. Neymar Jr. foi eleito pela quarta vez consecutiva o melhor jogador da competição e também ficou com a vice-artilharia do estadual com 12 gols.

Sua última partida como jogador do Santos FC aconteceu no dia 26 de Maio de 2013. Neymar Jr começava então novos desafios e novas experiências, agora atuando nos maiores campeonatos mundiais defendendo o FC Barcelona. Neste meio tempo foi que mais um sonho de criança de Neymarjr foi realizado.

No dia 03 de julho, Neymar Jr conhecia a sua nova casa. Diante de mais de 50 mil pessoas, o Camp Nou e a torcida blaugrana recebeu seu novo camisa 11 de braços abertos. Em catalão, ele agradeceu a recepção e falou da felicidade de representar o Barça para jogar ao lado de Messi, seu grande ídolo.

Depois de sua apresentação oficial no Barcelona, Neymar Jr vestiu a camisa da Seleção Brasileira em uma importante competição no Brasil, considerada por ele uma honra para poucos jogadores de futebol. Neymar Jr. teve este privilégio e atuando com a camisa 10 conquistou a Copa das Confederações. O jogador jogou as cinco partidas do torneio e ao lado de seus companheiros venceu todos os jogos. Na grande final, contra a Espanha, no Maracanã, o Brasil fez 3 a 0 com dois gols de Fred e um de Neymar Jr. Este foi o tetracampeonato do Brasil na Copa das Confederações. NJr. foi eleito o melhor jogador do campeonato e também foi o vice-artilheiro com quatro gols marcados.

No FC Barcelona, Neymar Jr. ganhou seu espaço em pouco tempo. O jogador atuou na vitória que vale o Troféu Joan Gamper, que marca o início da temporada do time catalão. Sua estreia oficial aconteceu diante de cerca de 73 mil torcedores, no Camp Nou, contra o Levante, na vitória de 7 a 0 pelo Campeonato Espanhol. O camisa 11 passou em branco na partida, mas o gol saiu pouco depois.

Dando continuidade na temporada europeia, Neymar Jr. foi importante na conquista da Supercopa da Espanha, contra o Atlético de Madrid, ao fazer o gol de empate no 1 a 1 fora de casa, no estádio Vicente Calderón. O gol de empate foi o primeiro oficial com a camisa do clube catalão. Já no Camp Nou, as equipes empataram sem gols e o Barcelona deu a largada na temporada 2013/2014 com uma prestigiada taça.

Com o pensamento de disputar os melhores campeonatos do mundo, Neymar Jr saiu da frente do vídeo game e foi direto para jogar ao vivo a sua primeira Champions League. Em setembro de 2013, o atacante entrou em campo pela 300ª vez como jogador profissional em sua estreia na competição diante do Ajax. Os gols não saíram, mas quando atingiram a meta adversária ele não economizou.

Neymar Jr encarou o Celtic com o Barcelona e marcou seu primeiro hat-trick no time catalão, desencantando também na Champions. Destaque no mundo inteiro, NJr levou para casa a bola do jogo e o gosto de uma realização pessoal.

A sua primeira temporada pelo time catalão não terminou da forma como Neymar Jr gostaria, mas o aprendizado foi enorme como ele sempre fez questão de ressaltar. Apesar de ter desfalcado o Barcelona por conta de duas lesões sofridas, sendo uma no tornozelo e outra no dedo do pé, por outro lado, Neymar Jr ajudou o time a conquistar dois títulos nas ocasiões em que estava à disposição do treinador.

Com este primeiro ciclo de sua carreira no futebol europeu chegou a hora de Neymar Jr realizar mais um sonho: o de disputar sua primeira Copa do Mundo, ainda mais jogando em seu país. No dia 12 de junho de 2014, o craque dava o seu primeiro toque na pelota no maior campeonato de futebol do mundo. Contra a Croácia, o Brasil venceu seu primeiro jogo por 3 a 1, na Arena Corinthians, tendo o camisa 10 da seleção feito os dois primeiros tentos do jogo e Oscar finalizou a vitória.

O Brasil ainda passou por México, no empate em 0 a 0 e Camarões na vitória de 4 a 1 que teve gols de Neymar encerrando então a fase de grupos. Contra o Chile nas oitavas, a vitória veio por pênaltis e o atacante também deixou o seu tento. Já contra a Colômbia um sonho foi interrompido. Apesar do Brasil estar ganhando da Colômbia, por 2 a 1, placar que deu o lugar na semi-final, Neymar Jr sofreu uma lesão e ficou fora da Copa do Mundo.

O jogador sofreu uma falta perigosa de Zúñiga nas costas e fraturou a vértebra L3 esquerda, o que fez com que NJr ficasse impossibilitado de seguir na competição, pois seu tempo de recuperação seria de aproximadamente seis semanas. Fora do jogo contra a Alemanha, Neymar Jr não foi à campo junto de seus companheiros. E foi neste jogo, que a Seleção Brasileira se viu fora da Copa do Mundo na derrota de 7 a 1 contra os rivais. A disputa de 3º lugar foi diante da Holanda, que levou a melhor na vitória de 3 a 0.

Mesmo fora das últimas duas partidas do Brasil, Neymar Jr marcou quatro gols na competição e foi eleito o dono da chuteira de bronze pelo 3º lugar da artilharia da Copa do Mundo.

2014/2015 foi uma temporada de grandes números e títulos para Neymar Jr. O atacante formou o trio de ataque mais avassalador de toda a história do Barcelona ao lado de Messi e Suárez, o temido trio MSN que ficou popularmente conhecido entre os torcedores e adversários marcou 122 gols na temporada e se tornou o ataque mais goleador de todos os tempos do Barça.

A cereja do bolo veio com a Tríplice Coroa. Depois de uma impecável campanha na temporada, o Barcelona venceu todos os campeonatos que participou com os títulos da Copa do Rei, Campeonato Espanhol e Champions League. O Barça também foi campeão da Supercopa da Espanha. Neymar Jr. terminou a Liga dos Campeões como artilheiro ao lado de Messi e Cristiano Ronaldo, com 10 gols cada. Esta foi a primeira vez que o atacante venceu a Liga Espanhola e a Champions, que contou com um gol seu na final diante da Juventus na vitória de 3 a 0 em Berlim.

NJr é o único jogador na história do futebol a marcar gols nas finais da Champions e Libertadores e de consagrar-se campeão de ambos os campeonatos. O atleta também é o primeiro jogador da historia da UEFA Champions League a marcar em todas as partidas de ida e volta da fase final.

Ainda aproveitando a ótima fase que passava em sua carreira, Neymar Jr. virou o ano com o pé direito. Em dezembro de 2015, em uma cerimônia de premiação da Liga BBVA, NJr levou o prêmio de Melhor Jogador Americano, quando concorreu com Luis Suárez e James Rodriguez.

Seguindo no ritmo de fim de ano, Neymar Jr. ajudou seus companheiros do Barcelona a derrotar o River Plate na final do Mundial de Clubes e garantir mais um título para sua longa coleção.

Em 2016, o craque teve a honra de ser indicado pela primeira vez, ao lado de Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, como um dos três candidatos a ganhar a Bola de Ouro da FIFA. Durante a cerimônia, o atleta estreou na Seleção do Ano de 2015 da FIFA, escolhido como um dos melhores atacantes do ano.

Apesar de ser um dos três finalistas, não foi dessa vez que Neymar Jr. foi eleito como o melhor jogador do mundo. O dono da Bola de Ouro, dessa vez, foi seu companheiro de time, Lionel Messi.

Neymar Jr. e o Trio MSN continuaram dando o seu melhor, superando-se e ampliando cada vez mais seu número de gols. Em boa fase, ‘El Tridente’ do Barça ajudou a levar o time as quartas de final da Champions League. Na disputa, NJr e seus companheiros enfrentaram o Atlético de Madrid e derrotaram a equipe por 1 a 0 no Camp Nou. Porém, na casa do adversário, o Atlético levou o melhor, vencendo por 2 a 1 e eliminando o Barcelona da Champions.

A equipe não abaixou a cabeça. Na busca pelo ‘doblete’ espanhol, o Barcelona derrotou o Granada por 3 a 0 na última rodada do Campeonato Espanhol e foi coroado como campeão. Esta é a segunda Liga que Neymar Jr. ganha e também seu melhor campeonato na Europa, com 24 gols e 16 assistências.
Na última etapa da temporada 2015/2016 do Barcelona, o time teve de encarar o Sevilla, no final da Copa do Rei. A vitória catalã demorou para acontecer, mas chegou na prorrogação, com Neymar Jr. marcando o último gol da vitória por 2 a 0. NJr conquistou mais um troféu para sua lista e se tornou bicampeão do campeonato.
 
Após o título, Neymar Jr. aproveitou um bom período de férias, antes de ingressar novamente nos treinamentos e encarar o torneio de futebol nos Jogos Olímpicos do Rio 2016.
 
A Seleção Brasileira empatou por 0 a 0 em suas duas primeiras partidas e recebeu muitas críticas de torcedores e da mídia, que não acreditavam que o ouro viria fácil. Mas tudo mudou após a goleada de 4 a 0 contra a Dinamarca.
 
A equipe foi as quartas, eliminou a Colômbia, derrotou Honduras por 6 a 0 e Neymar Jr. ainda marcou o gol mais rápido de sua carreira e da história dos jogos olímpicos. Na final, os atletas empataram por 1 a 1 contra a Alemanha e foram aos pênaltis. Weverton salvou um e o capitão do time cobrou o chute decisivo, balançando as redes e conquistando a primeira medalha de ouro para o futebol brasileiro.

De volta à temporada espanhola, Neymar Jr. e seus companheiros do Barça fizeram de tudo para conquistar outra Tríplice Coroa. Um dos momentos mais decisivos do craque na temporada foi durante as oitavas de final da Champions League. Após perder de 4 a 0 na primeira partida contra o Paris Saint-Germain, o time fez história no torneio, protagonizando "La Remontada" de 6 a 1 em cima dos franceses, com dois gols e uma assistência do brasileiro. A equipe chegou com tudo, buscando outra grande vitória nas quartas de final, mas acabou sendo eliminada pela Juventus.

Na La Liga, brigaram pela liderança em uma acirrada disputa pelo título, mas acabaram ficando em segundo. No fim, o time saiu da temporada com o troféu de mais uma Copa do Rei, derrotando o Alavés por 3 a 1, com um gol de Neymar Jr., Lionel Messi e Paco Alcácer.

Neymar Jr. aproveitou um bom período de férias, visitando lugares como o Japão, os Estados Unidos e o Brasil. Ao voltar aos campos com o FC Barcelona, o atleta brilhou na Champions Cup, marcando três golaços. Mas sua trajetória no clube catalão chegava ao fim. De 2013 à 2017, o craque viveu seu sonho de criança, jogou ao lado de seu maior ídolo (Lionel Messi) jogou pelo time que sempre quis jogar e ganhou todos os títulos que podia ganhar. Mas estava na hora de embarcar em uma nova jornada. Njr fez sua última partida na vitória por 3 a 2 contra o Real Madrid e despediu-se da torcida e de seus companheiros, indo atrás de novos desafios em sua carreira. No dia quatro de agosto, vestindo a camisa 10, Neymar Jr. foi apresentado ao Paris Saint-Germain, no Parc des Princes - Sua nova casa.

Enquanto aproveitava de um bom começo de temporada pelo PSG, os feitos do craque pela temporada 2016/2017, quando defendia o FC Barcelona, eram lembrados e elogiados. Isso o rendeu outra nomeação como finalista do prêmio FIFA The Best, um lugar na Seleção do ano da FIFA (O FIF Pro World 11) e também na Ballon d' Or. O camisa 10 não foi eleito como o “The Best”, com os prêmio indo a Cristiano Ronaldo, mas, ao lado de seu amigo Lionel Messi, Neymar Jr. estava novamente entre os 3 melhores jogadores do mundo.

Já o começo da sua trajetória no PSG foi marcada por diversas goleadas, assistências e muitos dribles. Em dezembro de 2017, a Ligue 1 Conforama elegeu o craque como o melhor jogador do mês, pelo seu destaque dentro de campo. Na Champions League, todos os olhos estavam voltados a ele e suas atuações com o time parisiense. Tanto que, em novembro, ao marcar o seu 27º gol no torneio europeu, acabou se tornando o segundo maior artilheiro brasileiro da Champions League, tendo apenas Kaká na sua frente.

Mas todo o seu brilho dentro dos campos não foi o suficiente para atravessar grandes pedras que apareceriam no seu caminho. Nas oitavas de final, o PSG encarou o Real Madrid e após perder por 3 a 1 no jogo de ida, o time precisaria ser impecável para vencer o duelo de volta e passar para a próxima fase. Neymar Jr. treinou bastante para dar o seu melhor na partida, mas em um clássico contra o Olympique de Marseille, pela Ligue 1, o atleta lesionou o quinto metatarso direito e teve de ficar fora do segundo retorno contra os merengues. O PSG perdeu 2 a 1 no Parc des Princes e foi eliminado da CHampions League.

Foram aproximadamente três longos meses de recuperação para Neymar Jr. O camisa 10 não pôde jogar com a sua equipe e só conseguiu assistir o Paris Saint-Germain tornar-se campeão da Coupe de France, Coupe de La Ligue e da Ligue 1 Conforama. No entanto, seus feitos na temporada foram prestigiados na premiação da UNFP, que o elegeu como o Melhor Jogador da Temporada 2017/2018 no Campeonato Francês, além de introduzí-lo à Seleção da Temporada 2017/2018.

Sem muletas e finalmente podendo treinar com a bola nos seus pés, o dia 14 de maio chegou e Neymar Jr. aguardava a convocação para o seu maior desafio no ano: A Copa do Mundo da Rússia.

Para Neymar Jr., a Copa do Mundo de 2018 foi, sem dúvidas, um dos desafios mais difíceis de sua carreira. Após retornar ao campo e brilhar nos dois ótimos amistosos do Brasil, logo antes do torneio, o atleta e sua equipe não saíram com uma vitória de sua estreia na Copa e empataram com a Suíça por 1 a 1. No entanto, para a felicidade da torcida brasileira, a equipe venceu os outros dois duelos da fase de grupos, derrotando a Costa Rica e a Sérvia por 2 a 0. Classificados para as oitavas de final, eles passaram por um duro confronto contra o México, conquistando outra vitória por 2 a 0.

No entanto, apesar da evolução positiva, a vitória não apareceu na partida decisiva contra a Bélgica, pelas quartas de final. O time começou sem sorte, sofrendo um gol contra e, logo em seguida, um golaço de De Bruyne, em um contra-ataque. Renato Augusto diminuiu a diferença do placar com um gol de cabeça, mas nenhuma das outras jogadas funcionou e a bola não balançou mais as redes. A Seleção Brasileira lutou até o fim, mas, infelizmente, não conseguiu mudar o 2 a 1, sendo assim, eliminados da Copa do Mundo na Rússia.

Após a Copa do Mundo, Neymar Jr. se reapresentou ao PSG, iniciando sua segunda temporada no clube francês. No primeiro jogo, disputou a final da Supercopa Francesa e, após a vitória por 4 a 0, em cima do Mônaco, garantiu mais um título pelo clube. Tudo voltou ao normal com o retorno da Ligue 1 e da Champions League, mas, talvez uma de suas maiores novidades no começo da temporada foi o seu retorno como capitão oficial da Seleção Brasileira de Tite, nos amistosos contra os EUA (2x0) e o El Salvador (5x0). Na segunda rodada de amistosos pós-Copa, o craque deu a assistência para o gol da vitória, que veio de Miranda, no Superclássico contra a Argentina, onde o Brasil venceu por 1 a 0. Como capitão da equipe, Neymar Jr. levantou mais um troféu pelo resultado do clássico.

Títulos e Prêmios -

  • Superclássico das Américas 2018
  • Supercopa Francesa 2018
  • Seleção da Ligue 1 Conforama 2017/2018
  • Troféu UNFP de Melhor Jogador da Ligue 1 2017/2018
  • Campeão Ligue 1 Conforama 2017/2018
  • Campeão Coupe de France 2017/2018
  • Campeão Coupe de La Ligue 2017/2018
  • Melhor Jogador do Mês de Dezembro (Ligue 1 Conforama 2017/2018)
  • Seleção do Ano de 2017 FIFA FIFPro World 11
  • Finalista Bola de Ouro FIFA The Best 2017
  • Campeão Copa do Rei 2016/2017
  • Campeão da Supercopa da Espanha 2016
  • Campeão do Troféu Joan Gamper 2016
  • Medalha de ouro - Olimpíadas Rio 2016
  • Campeão da Copa do rei 2015/2016
  • Campeão da Liga Espanhola 2015/2016
  • Campeão do Troféu Joan Gamper 2015
  • Seleção do Ano de 2015 FIFA
  • Finalista Bola de Ouro FIFA 2015
  • Campeão Mundial Interclubes 2015
  • Melhor Jogador Americano da Liga Espanhola Dezembro/2015
  • Campeão da Copa do Rei 2014/2015
  • Artilheiro da Copa do Rei com 7 gols
  • Campeão da Liga Espanhola 2014/2015
  • Campeão da Champions League 2014/2015
  • Artilheiro da Champions League 2014/2015 com 10 gols
  • Campeão do Troféu Joan Gamper 2014
  • Tricampeão do Superclássico das Américas pela Seleção Brasileira
  • Chuteira de Bronze da Copa do Mundo 2014
  • Vice-campeão Espanhol 2013/2014
  • Vice-campeão da Copa do Rei 2013/2014
  • Campeão da Supercopa da Espanha 2013
  • Campeão do Troféu Joan Gamper 2013
  • Campeão da Copa das Confederações 2013
  • Bola de Ouro - Melhor jogador da Copa das Confederações
  • Chuteira de Bronze - Vice-artilheiro da Copa das Confederações com 4 gols
  • Melhor jogador do Campeonato Paulista 2013
  • Seleção do Campeonato Paulista 2013
  • Vice-artilheiro do Paulista com 12 gols 2013
  • Vice-campeão Paulista 2013
  • Melhor jogador das Américas em 2012 - Jornal El País
  • Seleção das Américas em 2012 - Jornal El País
  • Troféu Mesa Redonda - Melhor jogador do Campeonato Brasileiro 2012
  • Troféu Mesa Redonda - Melhor atacante do Campeonato Brasileiro 2012
  • Troféu Armando Nogueira 2012 - SporTV e GloboEsporte.com
  • Prêmio Globolinha de Ouro - Gol mais bonito do Brasileiro 2012
  • Bola de Ouro Hors Concours Revista Placar e ESPN Brasil
  • Chuteira de Ouro 2012 - Revista Placar e ESPN Brasil
  • Seleção do Campeonato Brasileiro 2012 - CBF
  • Prêmio Brasil Olímpico (COB) 2012 - Categoria Futebol
  • Bicampeão do Superclássico das Américas pela Seleção Brasileira
  • Campeão da Recopa Sul-Americana 2012
  • Melhor jogador da Recopa Sul-Americana 2012
  • Medalha de Prata - Olimpíadas de Londres 2012
  • Artilheiro da Libertadores com 8 gols 2012
  • Seleção da Libertadores 2012
  • Tricampeão Paulista 2012
  • Artilheiro do Paulista com 20 gols 2012
  • Melhor jogador do Campeonato Paulista 2012
  • Seleção do Campeonato Paulista 2012
  • Prêmio Puskás - Gol mais bonito da temporada 2011
  • Melhor jogador das Américas em 2011 - Jornal El País
  • Bola de Bronze - 3º Melhor jogador do Mundial de Clubes 2011
  • Vice-campeão Mundial de Clubes 2011
  • Bola de Ouro - Melhor jogador do Brasileiro 2011 - Revista Placar e ESPN Brasil
  • Bola de Prata - Seleção do Brasileiro 2011 - Revista Placar e ESPN Brasil
  • Chuteira de Ouro 2011 - Revista Placar e ESPN Brasil
  • Troféu Armando Nogueira 2011 - SporTV e GloboEsporte.com
  • Prêmio Brasil Olímpico (COB) 2011 - Categoria Futebol
  • Melhor jogador do Campeonato Brasileiro 2011 - CBF
  • Seleção do Campeonato Brasileiro 2011 - CBF
  • Melhor jogador da Libertadores 2011
  • Campeão do Superclássico das Américas pela Seleção Brasileira
  • Prêmio Ginga Esporte Interativo – Gol mais bonito 2011
  • Prêmio Ginga Esporte Interativo – Melhor jogador da temporada 2011
  • Vice-artilheiro da Libertadores com 6 gols 2011
  • Campeão da Libertadores 2011
  • Melhor jogador do Campeonato Paulista 2011
  • Seleção do Campeonato Paulista 2011
  • Bicampeão Paulista 2011
  • Artilheiro do Sul-Americano Sub-20 com 9 gols 2011
  • Campeão Sul-Americano Sub-20 pela Seleção Brasileira 2011
  • Artilheiro da Copa do Brasil com 11 gols 2010
  • Campeão da Copa do Brasil 2010
  • Seleção do Campeonato Paulista 2010
  • Melhor jogador do Campeonato Paulista 2010
  • Campeão Paulista 2010
  • Revelação do Campeonato Paulista 2009
  • Vice-campeão Paulista 2009

Notícias

<
>