Neymar Jr.

Brasil conquista seu primeiro ouro olímpico no futebol

Pela primeira vez na história do futebol brasileiro, a medalha de ouro é nossa! Com um gol de falta e o último gol nos pênaltis, Neymar Jr. deu a vitória a um time que lutou tanto pela vitória da competição.

Primeiro tempo –

Apita o árbitro e o clássico entre Brasil e Alemanha começa. Dessa vez valendo o ouro olímpico. Cinco minutos e a Alemanha se movimentava com mais liberdade por dentro do campo, enquanto o Brasil procurava uma entrada e marcava bem. Aos 10 minutos, Brandt arriscou de fora da área e a bola explodiu na trave brasileira.

A partida chegava aos 20 minutos e a pressão corria dos dois lados. A Alemanha mantinha o mesmo comportamento das Seleções anteriores e caçava Neymar Jr. em faltas. Aos 27 minutos, em uma cobrança de falta, o capitão da Seleção cobrou com maestria e abriu o placar para o time. 1 a 0 no Maracanã.

Logo no minuto seguinte, a Alemanha não deixou o gol barato e passou a crescer em campo. Aos 34, foi a vez da Alemanha achar uma falta boa. Na cobrança, a bola bateu pela terceira vez na trave. Após a pressão, o Brasil voltou a tocar a bola e controlar o jogo.

Com um minuto de acréscimo, o Brasil administrava a vantagem. O apito do juiz veio para aliviar e o primeiro tempo chegou ao fim.

Segundo tempo –

O segundo tempo começou com uma falta de boa chance para a Alemanha, mas a zaga afastou o perigo. O Brasil brigava pela bola e aproveitava todas as dividas ganhadas para tentar uma boa jogada. Aos 13 minutos, o Brasil passou a cometer erros na saída de bola e Meyer aproveitou para empatar a partida. 1 a 1 no Maracanã.

Aos 19 minutos, após uma arrancada de Renato Augusto e o passe, Luan tem grande chance de marcar, mas a bola passa raspando após o chute. Dessa vez era o Brasil quem pressionava, com a partida quase atingindo os 30 minutos. Logo em seguida, Walace faz um belo passe a Neymar Jr., que arrisca de longe, mas a bola vai para fora.

O jogo se aproximava do fim e o Brasil ganhava mais chances a gol, pressionando na área Alemã. Com três minutos de acréscimo, nenhum dos times parecia querer arriscar muito, abrindo portas para a prorrogação.

Prorrogação 1 –

A prorrogação se iniciou com uma boa bola lança a Gabriel Jesus, aos 92 minutos, mas ele demorou para dar o chute, e a zaga afastou. Luan teve uma oportunidade parecida aos 95, mas não conseguiu concluir. A Alemanha também aproveitava suas chances e causava perigo na área, tornando a partida ainda mais complicada.

A cada minuto o jogo ia ficando mais nervoso e o ritmo dentro de campo era tenso. Sem grandes emoções, o empate persistiu e o primeiro tempo da prorrogação chegou ao fim.

Prorrogação 2 –

105 minutos, Neymar Jr. enfiou a bola para Felipe Anderson que, cara a cara com o goleiro, não conseguiu balançar a rede. O Brasil cercava o campo e tentava o segundo gol de qualquer forma.

A torcida vaiava a Alemanha em cada toque de bola. Mesmo assim, a Alemanha persistia e não queria pênaltis de qualquer maneira possível. Aos 117, Neymar Jr. achou Rafinha livre na área, fez o passe, mas o atleta não conseguiu marcar.

Sem mais chances! A decisão fica para os pênaltis.

Pênaltis –

O Brasil tentou. Tentou e conseguiu. Foi criticado e virou o jogo. Levou gol e reagiu. No último pênalti, Neymar Jr. marcou e, finalmente, conquistou o inédito ouro olímpico. A medalha de ouro é nosso!